2021

Z900

O espírito Z encontra sua expressão mais recente no Z900 com estilo Sugomi. Potência ao máximo, manuseio instintivo e controle de tração redefinem a experiência… + Leia mais

ESTOU INTERESSADO

    Compartilhe:
    Share

    DESCRIÇÃO

    O espírito Z encontra sua expressão mais recente no Z900 com estilo Sugomi. Potência ao máximo, manuseio instintivo e controle de tração redefinem a experiência supernaked. Luzes LED e um display TFT trazem a mais recente tecnologia. Ultrapasse os limites e domine as ruas.

    CARACTERÍSITCAS

    Com uma relação potência / peso otimizada, a Z900 oferece o melhor desempenho de uma supernaked.
    Apresentando a mais recente evolução do estilo Sugomi, a motocicleta Z900 tem paíneis atualizados. Eles são compactos e contribuem inegavelmente para uma imagem agressiva.
    A ergonomia vertical esportiva e relaxada com visibilidade frontal, permite uma posição de condução de comando que coloca o piloto “dentro” da motocicleta para uma experiência de condução confiante e conectada.
    Pilotar uma Kawasaki Z é uma experiência visceral. O Z900 torna a experiência do piloto uma prioridade máxima, esteja você acelerando em estradas sinuosas, ruas da cidade ou cruzando em rodovias abertas.
    Equipado com componentes eletrônicos de alta qualidade, o Z900 combina potência com os mais recentes avanços em tecnologia para motocicletas.
    A embreagem Assistida & Deslizante foi desenvolvida com o feedback de atividades de corrida. A embreagem usa dois tipos de cames (um assistido e outro deslizante), oferecendo duas novas funções não disponíveis em uma embreagem padrão.
    Quando o motor está funcionando em rotação normal, o came assistido funciona como um mecanismo servo assistido, empurrando o cubo da embreagem e as placas em conjunto para comprimir os separadores. Isso permite que a carga total da mola da embreagem seja reduzida, resultando em um acionamento mais leve do manete da embreagem.
    Quando um freio motor excessivo ocorre do resultado de várias reduções de marcha (ou uma redução acidental) – o came de deslizamento entra em ação, forçando separação entre o cubo da embreagem e os separadores. Isto faz com que a pressão nos separadores seja aliviada e reduz o freio motor, ajudando a evitar que a roda traseira derrape ou fique quicando. Essa função é particularmente útil ao pilotar de maneira esportiva.
    Válvulas de aceleração dupla – As motocicletas esportivas de última geração frequentemente utilizam corpos de aceleração de grande diâmetro para gerar níveis mais altos de potência. No entanto, com um diâmetro maior, a resposta do torque pode ser forte demais ao abrir o acelerador. A tecnologia das válvulas de aceleração dupla foi desenvolvida para suavizar a resposta do motor enquanto contribui para o desempenho.
    Nos modelos com válvulas de aceleração dupla, existem 2 válvulas por cilindro: acrescentando às válvulas principais, na qual estão fisicamente ligadas ao manete de aceleração e controlados pelo piloto, um segundo conjunto de válvulas, aberto e fechado pela ECU, regula com precisão o fluxo de ar na admissão para garantir uma resposta linear e natural. Com o ar passando pelos corpos de aceleração de maneira suave, a eficiência da combustão e a potência são aumentadas.
    Ao acelerar em uma superfície escorregadia, a roda traseira pode derrapar (por ex. quando a roda traseira gira mais rápido que a dianteira). O KTRC foi desenvolvido para minimizar a derrapagem da roda na qual poderia causar perda de controle da motocicleta. Assim como o ABS previne as rodas de travar ao frear, o controle de tração original Kawasaki minimiza as chances da roda traseira escorregar. Sabendo que o sistema irá intervir para prevenir derrapagens espontâneas, por exemplo, a mudança repentina do pavimento, é um grande auxílio para a confiança do piloto.
    O KTRC usa os sensores das rodas para monitorar a velocidade da roda dianteira e traseira. Quando ele detecta uma derrapagem, a potência do motor é limitada até a roda traseira recuperar a aderência com o sole. KRTC também auxilia a roda traseira a recuperar o contato com o solo em situações em que a aderência é perdida temporariamente, como por exemplo ao passar por uma boca de bueiro molhada.
    KRTC utiliza 3 controles, administrando o ponto de ignição do motor, quantidade de combustível e (pelas sub-válvulas de aceleração) o volume de ar na admissão. Esses 3 controles é o que permite o sistema ser tão suave, resultando em uma sensação natural.
    Os modelos equipados com múltiplos modos de potência oferecem aos pilotos uma seleção de fácil escolha de potência de motor para se adequar às condições de pilotagem ou à preferência do piloto. Além do modo de potência total, é providenciado um (Low-Baixo) ou dois (Middle – Médio, Low – Baixo) modos alternativos na qual a potência máxima é limitada e a resposta do acelerador é mais suave.
    A Kawasaki tem um alonga reputação de construir máquinas com ronco maravilhoso do motor – uma característica inerente na arquitetura dos motores Kawasaki – mas recentemente os esforços foram postos em criar uma específica experiência auditiva através de uma regulagem de som cautelosa de ambos sistemas de admissão e escape.
    Desenhado especificamente para permitir que os pilotos desfrutem de sua motocicleta tanto auditivamente quanto fisicamente, as notas cuidadosamente criadas podem ser o componente chave da excitação oferecida pelas motos, beneficiadas pela regulagem de som, nos passeios pelas ruas. A regulagem de som pode incluir a condução de pesquisa de som, sesign dos componentes do sistema de admissão e exaustão baseados em testes acústicos tomados em salas de som, e consideração cautelosa de cada detalhe dos componentes do sistema para garantir um equilíbrio entre performance e o som desejado.
    Usando um controle eletrônico de alta precisão para o gerenciamento do motor, os modelos Kawasaki podem atingir um alto nível de eficiência de combustível. No entanto, o consumo de combustível é altamente afetado pelo uso do acelerador, pela marcha engatada e outros elementos sob controle do piloto. O indicador de pilotagem econômica é uma função que indica quando a atual condição de pilotagem está consumindo uma baixa quantidade de combustível. O sistema monitora continuamente o consumo de combustível, independente da velocidade da motocicleta, da rotação do motor, posição do acelerador e outras condições de pilotagem. Quando o consumo de combustível é baixo para uma certa velocidade (por ex. quando a eficiência de combustível é alta), uma marca “ECO” aparece no painel de instrumentos. Ao pilotar de modo em que a marca “ECO” permaneça acesa, o consumo de combustível pode ser reduzido.
    Enquanto a velocidade da motocicleta e a rotação do motor de maneira efetiva pode variar de acordo com o modelo da motocicleta, prestar atenção nas condições que ativam a marca “ECO” podem ajudar o piloto a melhorar a eficiência de combustível – um método útil para aumentar a autonomia da motocicleta. Além disso, manter o consumo de combustível baixo ajuda a minimizar o impacto negativo no meio ambiente.

    GALERIA

    ESPECIFICAÇÕES


    MOTOR
    Tipo 4 tempos, 4 cilindros em linha, refrigeração líquida
    Cilindrada 948 cc
    Diâmetro x curso 73.4 x 56,0 mm
    Taxa de compressão 11,8:1
    Sistema de válvulas DOHC, 16 válvulas
    Sistema de combustível Injeção eletrônica
    Ignição Digital
    Partida Elétrica
    Lubrificação Lubrificação forçada (cárter úmido)
    QUADRO
    Tipo Quadro de aço em treliças
    Curso da roda: Dianteiro 120 mm
    Curso da roda: Traseiro 140 mm
    Pneu: Dianteiro 120/70ZR17M/C (58W)
    Pneu: Traseiro 180/55ZR17M/C (73W)
    Caster (rake) 24,5°
    Trail 103 mm
    Ângulo de esterçamento (Esq/Dir) 33° / 33°
    DIMENSÕES
    Comprimento total 2.065 mm
    Largura total 825 mm
    Altura total 1.065 mm
    Entre eixos 1.450 mm
    Altura mínima do solo 130 mm
    Altura do assento 795 mm
    Peso em ordem de marcha 210 kg
    Capacidade do tanque 17,0 litros
    TRANSMISSÃO
    Transmissão 6 velocidades
    Sistema de acionamento Corrente de transmissão
    Relação de redução primária 1,627 (83/51)
    Relações de marcha: 1a 2,692 (35/13)
    Relações de marcha: 2a 2,059 (35/17)
    Relações de marcha: 3a 1,650 (33/20)
    Relações de marcha: 4a 1,409 (21/22)
    Relações de marcha: 5a 1,222 (33/27)
    Relações de marcha: 6a 1,034 (30/29)
    Relação de redução final 2,993 (44/15)
    Embreagem Multidisco, em banho de óleo
    SUSPENSÃO
    Dianteira: Garfo invertido de 41 mm com amortecimento de retorno e pré-carga da mola ajustável
    Traseira: Horizontal Back-link com amortecimento de retorno e ajuste da pré-carga da mola
    FREIOS
    Dianteiro: Tipo Disco duplo de 300 mm em formato margarida
    Dianteiro: Pinça Dupla oposta com quatro pistões
    Traseiro: Tipo Disco simples de 250 mm em formato margarida
    Traseiro: Pinça Pistão simples
    PERFORMANCE
    Potência máxima 92,2 kW (125 CV) / 9.500 rpm
    Potência máxima com Ram Air
    Torque máximo 98,6 N•m (10,1 kgf•m) / 7.700 rpm

    Disponibilidade, modelos, cores e especificações sujeitas a alteração sem prévio aviso. Imagens ilustrativas.


    A KAWASAKI USA E RECOMENDA
    Mobil Super Moto